Soja segue em alta em Chicago com queda do dólar, demanda intensa nos EUA e clima na América do Sul

segunda-feira, novembro 09, 2020




O dólar abriu a segunda-feira (09/11) despencando frente ao real, perdendo mais de 2%. Perto de 09:00 horas e 30 minutos (horário de Brasília), a moeda americana recuava 2,80% para ser cotada a R$ 5,24. Do mesmo modo, os futuros da soja, que iniciavam o dia com estabilidade, voltavam a registrar uma nova disparada e, no mesmo momento, as cotações subiam entre 12,25 e 14,50 pontos. O mercado foi, aos poucos, amenizando aos ganhos e, por volta de 10:00 horas e 50 minutos (horário de Brasília), os ganhos variavam entre 2,50 e 9 pontos nas posições mais negociadas.

Assim, o contrato novembro era negociado a US$ 11,01 e o maio/21, referência importante para a nova safra brasileira, tinha US$ 11,06 por bushel. Todas as commodities agrícolas operam com ganhos consideráveis no meio da manhã desta segunda, acompanhando as demais, que são lideradas pelo petróleo. Perto de 11:00 horas e 30 minutos (Brasília), o brent mais de 10%, para ser cotado em Nova York a US$ 40,85 o barril.


Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop Tag

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ