Reação de Trump coloca mundo em estado de alerta

quarta-feira, novembro 04, 2020




A declaração de Donald Trump reivindicando sua vitória nas eleições americanas, sua acusação sem provas de um suposta fraude e o alerta de que iria parar a contagem de votos para levar o caso à Suprema Corte dos EUA colocam o mundo em um estado de alerta, enquanto instituições e governos estrangeiros temem um mergulho em um período de forte instabilidade.  O temor, em primeiro lugar, se refere a um eventual distúrbio social nos EUA. Com um país dividido, a preocupação de entidades internacionais é de que o tom usado por Trump incentive seus apoiadores a sair às ruas para defender a suposta vitória, até agora não confirmada pelos números. 

Rompendo uma longa tradição de não se envolver nas eleições americanas, governos europeu e parlamentares emitiram notas e declarações apelando à calma, antes mesmo de a crise ser inaugurada com o discurso de Trump.  Heiko Maas, chefe da diplomacia alemã, indicou que Berlim desejava "a todos os americanos uma eleição justa, boa e, acima de tudo, pacífica". Em outras capitais, a preocupação com essa dimensão concentrava parte das análises dos diplomatas incumbidos a acompanhar o processo nos EUA. 

Com a acusação feita pelo presidente de que houve uma suposta fraude, o que era apenas um cenário desenhado por burocratas para avaliar o que ocorreria nos próximos dias começou a ganhar uma silhueta de realidade. "Nossos piores cenários estão se confirmando", admitiu um diplomata europeu, nesta manhã de quarta-feira. "O termo fake news pode ganhar uma outra dimensão depois dessa eleição. Ela não só manipula votos. Mas ameaça tirar dos trilhos toda uma democracia", avaliou.


Fonte: UOL

Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ