Bolsonaro comemora suspensão de testes da CoronaVac pela Anvisa

terça-feira, novembro 10, 2020




O presidente
Jair Messias Bolsonaro
comemorou nesta terça-feira (10/11), a suspensão dos testes da vacina contra a
COVID-19
CoronaVac
, da chinesa Sinovac e que está sendo testada no Brasil pelo
Instituto Butantan
, em uma comentário em sua conta no
Facebook
, no qual classificou a interrupção como uma vitória pessoal sua.

Ao responder uma pergunta de um seguidor em uma publicação sobre as ações do governo na pesquisa sobre medicamentos para a COVID-19,
Bolsonaro
colocou o link de um artigo sobre a suspensão dos testes e afirmou: "Mais uma que
Jair Messias Bolsonaro
ganha". O seguidor perguntou se o governo federal iria comprar e produzir a
CoronaVac
se a ciência disser que ela é segura.

Bolsonaro
respondeu: "Morte, invalidez, anomalia. Esta é a vacina que (
João Doria
, governador de
São Paulo
) queria obrigar todos os paulistanos a tomá-la. O presidente disse que a vacina jamais poderia ser obrigatória". Os efeitos adversos citados pelo presidente são razões pelas quais um teste pode ser suspenso, citadas pela
Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA
no comunicado em que informou a suspensão dos testes.

A agência não detalhou qual desses efeitos a levou a determinar a interrupção. De acordo com o presidente do
Instituto Butantan
, Dimas Covas, um voluntário dos testes com a
CoronaVac
morreu, mas a morte não teve relação com a vacina. O
Butantan
e o governo paulista disseram que foram surpreendidos pelo anúncio da
Anvisa
e que tomaram conhecimento dele pela imprensa.


Fonte: Reuters

Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ