Quase metade dos brasileiros afirmam que não tomariam vacina chinesa, diz pesquisa

sexta-feira, outubro 16, 2020



Mais brasileiros disseram que não tomariam uma vacina contra a COVID-19 de origem chinesa do que se o imunizante viesse de outros países. Segundo pesquisa da consultoria
Real Time Big Data
encomendada pela
CNN Brasil
, 46% dos consultados disseram que não tomariam uma vacina chinesa.

A vacina da
University of Oxford
, do
Reino Unido
, foi rejeitada por 38% dos entrevistados. As dos Estados Unidos da América e da Alemanha, por 22%. A pesquisa foi feita por telefone entre os dias 13 e 14 de outubro de 2020. Foram ouvidas mil pessoas e a margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop Tag

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ