Bolsonaro se irrita ao ser abordado sobre preço alto do arroz

domingo, outubro 25, 2020


'Tu quer que eu baixe na canetada? Você quer que eu tabele? Se você quer que eu tabele, eu tabelo. Mas você vai comprar lá na Venezuela', disse o presidente na saída de uma feira no DF.


O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro fez na manhã deste domingo (25/10) um dos passeios de moto que costuma fazer pelo Distrito Federal aos finais de semana. Primeiro, ele foi até uma pamonharia em Sobradinho, região administrativa do DF que fica ao lado de Brasília. Ele estava acompanhado dos ministros da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e da Casa Civil, Walter Braga Neto. Assim como das outras vezes, Bolsonaro estava sem máscara e provocou aglomeração ao interagir com as pessoas no local. Depois, ele foi até uma feira no Cruzeiro, outra região administrativa do DF, onde se irritou com um homem que reclamou do preço do arroz. Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, o homem perguntou:

"Bolsonaro, baixa o preço do arroz, por favor. Não aguento mais".

O presidente, então, respondeu:

'Tu quer que eu baixe na canetada? Você quer que eu tabele? Se você quer que eu tabele, eu tabelo. Mas você vai comprar lá na Venezuela'.

O homem se afastou sem dizer mais nada. E Bolsonaro afirmou: "Fala, e vai embora".

A alta no preço do arroz ao consumidor levou o governo a anunciar, em setembro, a isenção da tarifa de importação para 400 mil toneladas do alimento.

O objetivo da medida tomada pela Câmara de Comércio Exterior (Camex), do Ministério da Economia, foi o de reduzir o custo do arroz importado para aumentar a oferta no país e, assim, conter a alta de preços do produto no mercado interno.


Fonte: G1

Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ