Aderlânia Noronha defende a mulher e incentiva a campanha Outubro Rosa no Ceará

domingo, outubro 18, 2020



Por ser mulher e ter o direito constitucional de defender no parlamento as mulheres cearenses, é o que a deputada estadual Aderlânia Noronha (SD/CE), continua fazendo no seu segundo mandato na Assembleia Legislativa do Ceará. Preocupada com o aumento constante da doença que atinge as mulheres, Aderlânia alerta a necessidade para tentar minimizar a incidência de casos no Estado, e resolver a demanda estimada conforme a localização primária do tumor na mama feminina, que atualmente chega a 66.280 novos casos da doença. Isso representa 29,7% de aumento. "Até o momento, apresentei oito projetos, em defesa da mulher cearense. Desses, seis já foram aprovados, virando leis ou sendo encaminhados como indicação do Legislativo estadual ao governador Camilo Santana para, ao seu critério, ser feita a devida execução. Os outros dois projetos tramitam nas Comissões Técnicas do Parlamento" destacou a deputada.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer - INCA, 7,6 milhões de pessoas morrem em todo o mundo por causa do câncer a cada ano. Mais da metade delas, 4 milhões, têm entre 30 e 69 anos. A previsão, segundo o INCA, é que 6 milhões de pessoas morram prematuramente por ano até 2025, caso não sejam adotadas medidas de prevenção. Aderlânia alertou que, mesmo em sociedades desenvolvidas, a mulher continua sendo colocada em posição inferior em relação ao homem. "Esta situação inaceitável de desigualdade move a minha luta e me deixa mais resistente em defesa da mulher no Ceará". alertou a parlamentar.


Fonte: Repórter Jonas Mello

Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop Tag

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ