Malware cresce e chega a 8,9 milhões de celulares infectados no Brasil

segunda-feira, junho 08, 2020



Mais de 8,9 milhões de celulares Android foram infectados com malware nos primeiros três meses de 2020 no Brasil, o que significa um aumento de 29% sobre o mesmo período no ano passado. Os dados foram divulgados na quarta-feira (03/06) pela Secure-D, plataforma anti-fraude da Upstream, que cobre mais de 31 operadoras de telefonia em 20 países. O relatório da Upstream se especializa em malwares que lucram com a exibição de anúncios e com cobranças indevidas, o que resulta em transferências duvidosas para a vítima. Brasil, Indonésia e Tailândia são os países que registraram o maior crescimento de transações bancárias fraudulentas no primeiro trimestre.

Segundo o levantamento, a Secure-D identificou e bloqueou 290 milhões de operações suspeitas, o que corresponde a cerca de 89% do total de 326 milhões de transações realizadas, e indica um aumento de 55% de fraudes bancárias em celulares em nível global. De acordo com o relatório da Upstream sobre fraudes de anúncios e uso de malwares nos smartphones em 2019, o Brasil está entre os principais alvos de ações maliciosas por ser um mercado em ascensão para os cibercriminosos. Ano passado foram encontrados mais de 55 mil aplicativos maliciosos ativos no país, sendo mais de 23 milhões de dispositivos infectados no país. Além disso, cerca de 91% das 986 milhões de transações bancárias realizadas no Brasil eram fraudulentas.

Fonte: TechTudo

Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop Tag

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ