COVID -19: Brasil registra 1.280 mortes em 24 horas que chega a 59 594 vítimas fatais do vírus chinês

terça-feira, junho 30, 2020



O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e o Ministério da Saúde atualizaram, nesta terça-feira (30/06), os dados sobre a situação da COVID-19 no Brasil. Veja os números do último levantamento.

1.280 óbitos nas últimas 24 horas;

33.846 casos confirmados nas últimas 24 horas;

59.594 mortes;

1.402.041 casos confirmados;

No dia 19 de junho, o Brasil ultrapassou a triste marca de um milhão de casos de COVID-19 confirmados e também registrou o maior número de casos confirmados da doença em 24 horas: 54.771. No dia 12, o país ultrapassou o Reino Unido em número de mortes causadas pela pandemia do novo coronavírus e, atualmente, é o segundo país com mais óbitos registrados pela COVID-19, atrás apenas dos Estados Unidos.

No dia 09 de junho, após a polêmica por suprimir os números totais de óbitos e confirmados, o Ministério da Saúde voltou a exibir todas as informações como anteriormente era realizado. Segundo a pasta, o foco passa a ser as mortes que realmente aconteceram ao longo das últimas 24 horas, e não as que foram registradas ao longo do dia.

Situação no mundo

Segundo dados da Johns Hopkins University, o novo coronavírus já infectou mais de 10,3 milhões de pessoas em todo o mundo, um marco alcançado apenas seis meses após ter surgido na cidade chinesa de Wuhan. O número de mortos por COVID-19 no mundo ultrapassou 507 mil. Por outro lado, mais de 5,2 milhões de pessoas já se recuperaram da doença.

Impacto regulatório

Inteligov, startup de monitoramento parlamentar, criou um site de monitoramento automático e parametrizado do Diário Oficial da União e do Legislativo (federal, estadual e municipal) em tempos de crise. Nele, é possível ver todas as menções à COVID-19 no Diário Oficial da União (DOU).

Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop Tag