Brasil: PIB em 2020 apresenta queda e BC vê queda de 6,4%, com viés de melhora

quinta-feira, junho 25, 2020




O Banco Central do Brasil piorou sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 a uma retração de 6,4%, ante crescimento zero calculado em março, refletindo o impacto profundo da crise com o coronavírus na atividade, conforme Relatório Trimestral de Inflação publicado nesta quinta-feira (25/06). A expectativa de queda ficou maior que a da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, que ainda prevê um recuo de 4,7% para a atividade neste ano.

Já economistas ouvidos pelo BC na mais r Focus estimaram um tombo de 6,50% para o PIB, enquanto o FMI - Fundo Monetário Internacional passou a ver uma retração de 9,1% para a economia brasileira. "Achamos a projeção do FMI bastante pessimista, comparamos a projeção e aparentemente a projeção do FMI tem um elemento inercial muito maior", disse o presidente do BC, Roberto Campos Neto, em entrevista virtual. "Nosso viés em cima do número de -6,4% é viés de melhora", acrescentou ele.
ecente pesquisa

Também presente na coletiva, o diretor de Política Econômica do Banco Central do Brasil, Fabio Kanczuk, afirmou que a nova estimativa reflete o quadro básico da autarquia, mas que há assimetria na distribuição dos cenários para números melhores. Kanczuk frisou que, na atual crise, itens de consumo e de serviços têm sofrido de maneira excepcional. Em serviços, ele exemplificou que hotéis e restaurantes têm sido frontalmente impactados. Em consumo, o diretor citou bens duráveis sendo afetados de forma "brutal". Para seu viés positivo para o PIB, o BC considera que esses itens poderiam ter números menos negativos.


Fonte: Reuters

Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop Tag