PV entra com ação na Justiça para derrubar MP 966

quarta-feira, maio 20, 2020


Pedido é para que agentes públicos que tenham causado danos decorrentes de atos culposos durante a pandemia sejam responsabilizados civil e administrativamente


Na terça (19/05), deputados do Partido Verde ajuizaram no Supremo Tribunal Federal - STF uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI nº) contra a Medida Provisória 966/2020, também chamada pelos parlamentares de MP da Impunidade. A proposta é barrar a impunidade a agentes públicos que tenham causado danos decorrentes de atos culposos, seja por ação ou omissão, durante a pandemia. Quem está à frente do ato é o federal Professor Israel Batista (PV/DF).

Para o parlamentar, essa medida é uma tentativa de autoproteção para o presidente e seus asseclas. O que nós queremos é punição exemplar a quem venha tirar proveito ou causar prejuízos financeiros, sanitários ou sociais em um momento crítico como o que estamos vivendo". Sob responsabilidade do advogado Jean Raphael, a ADI será relatada pelo ministro Luís Roberto Barroso, responsável por outras ações sobre a mesma matéria. Assinaram também os deputados Célio Studart (PV/CE), Leandre Dal Ponte (PV/PR)Enrico Misasi (PV/SP).

O que é a MP 966/2020?

A Medida Provisória 966 gera polêmica ao limitar a responsabilização de agentes públicos por danos econômicos e sociais provindos de ações ou omissões causadas durante o enfrentamento ao coronavírus. Pela proposta, apenas práticas com dolo ou erro grosseiro seriam passíveis de responsabilização. As demais, pela análise de parlamentares, estão ao alcance da impunidade.

Voce pode ler também

0 comentários

Publicidade - Themoneytizer

Denakop Tag

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ