Fundo eleitoral pode cair para R$ 2,5 bilhões após pressão do governo

quarta-feira, dezembro 11, 2019




Pressionados pelo governo, que sinalizou veto ao fundo eleitoral de R$ 3,8 bilhões, líderes do Congresso Nacional Brasileiro já admitem reduzir a verba para R$ 2,5 bilhões. Em reunião na terça-feira (10/12), para fechar acordo sobre votações no Legislativo até o fim do ano, os parlamentares ouviram que o novo valor não enfrentaria resistência do presidente Jair Messias Bolsonaro.

Deputados avisaram que aceitam o acordo caso recebam uma garantia pública de que o presidente não vetará o fundo. Partidos como Progressistas- PP e Partido Liberal - PL ainda resistiam à mudança. No fim da noite, Bolsonaro afirmou que não mandou recado ao Congresso e que não falou sobre o assunto. O Estado, no entanto, confirmou a informação com líderes das Casas.

Voce pode ler também

0 comentários